quarta-feira, 29 de junho de 2011

Lua de Mel em Gramado- parte 3 (última)

Ah como vida de turista não é fácil, (duro é se acostumar...) , no terceiro dia combinamos de ir em outros passeios com o grupo da agência de viagens, todos entre Gramado e Canela mesmo, iríamos visitar o Alpen Park, a Vinícula Jolimont e ao Zoo de Gramado.
Daí partimos em mais uma manhã enevoada para o Alpen Park, que é um dos poucos lugares que não cobra ingresso de entrada , mas somente para quem vai utilizar os brinquedos e atrações do parque( o que considero justíssimo!)... eles tem o trenó, que faz um circuito, passa por uma cachoeira, etc..., a tiroleza, quadriciclos , cinema 4D, escaladas, arborismo, entre outros, e é o tipo de lugar ótimo para crianças maiores e adolescentes gastarem energia e para pessoas com espírito de aventura....mas naquele frio, meu espírito de aventura Becky Bloom só me levou até as lojinhas de artesanato e à cafeteria, onde tomamos 2 expressos , comemos pão de queijo e assistimos ao treino da corrida de F1.
Em seguida fomos à Vitivinícola Jolimont, onde dava para ver os parreirais já secos,
e fomos recepcionados por uma artista local com uma linda apresentação de violino....

video
Entramos para ver os tonéis onde são armazenados os vinhos, e o enólogo Alfredo, foi explicando várias coisas a respeito da fabricação e características dos vinhos, e no final, fizemos uma degustação de alguns tipos de vinhos , espumantes e suco de uva, produzidos na vinícula.
A degustação é acompanhada de um queijinho para "limpar o paladar", e enquando degustamos o enólogo explica a forma certa de servir e conservar cada vinho.... Não sei porque mas saímos mais alegres do que quando chegamos...rsrsrs Só não provamos a reserva especial deles, segundo o Enólogo era a melhor produção deles em 30 anos, era um Cabernet Sauvignon de 2005, só vendem 1 garrafa por cliente por ano... e foi campeão de um concurso com vinhos do novo mundo com nota 96, ah acabamos trazendo um para comemorar 1 ano de casados em outubro. Já não vejo a hora...rsrsrs


Em seguida, seguimos para o almoço, e logo depois fomos ao zoológico de Gramado.

Bem, minha opinião como veterinária: Não sou assim totalmente a favor de zoológicos, mesmo reconhecendo a importancia do caráter educativo, de conscientização ambiental a que se destinam , retirar animais de seu ambiente natural para um recinto fechado é uma crueldade , porém nesse zoo, todos os animais pertencem a fauna brasileira e vieram de criadouros legalizados pelo Ibama, ou seja , não foram retirados da mata: ponto para o zoológico. Todos estavam em bom estado geral. Os recintos são bem feitos, tentando ambientar o habitat natural, e tem bom espaço, além disso, em praticamente todos eu vi "pontos de fuga" que são as tocas para quando não quiserem "aparecer" e é feito enriquecimento ambiental , com atividades e exercícios duas vezes ao dia. O que é fundamental para os felinos e diversas outras espécies que precisam de atividades que estimulem seus sentidos e comportamentos naturais. E parece que já tem nascido novos animais, o que quer dizer que as condições estão boas, pois do contrário eles não se reproduzem ( ao contrário dos humanos...).

Ah e vi alguns aquecedores e outras medidas para aquecer alguns ambientes, afinal eles também sofrem com o frio né... só os pinguins , seres exibidos por natureza, adoraram o clima e estavam todos alegres...

Além disso as aves tem amplos espaços e ficam soltas, e dá para se alimentar alguns animais com caixinhas de ração próprias para a espécie, que ficam em alguns compartimentos no parque, eu alimentei uma ema que já estava esperando...
video

E na saída uma lojinha com animais e objetos fofos, em que a renda é revertida para uma associação de proteção ao animal escolhido, legal né?


Em seguida voltamos ao hotel, caminhamos um pouco no centro, fui na loja da Lugano onde tomamos chocolate quente(escaldante!!)e comprei umas trufinhas....e á noite fomos caminhando ao restaurante Il Piacere, que era pertinho, e comemos uma deliciosa pizza de forno a lenha, num ambiente muito lindo com madeira de demolição estilo rústico, parfait!!!(maiores detalhes no "Brincando na cozinha")


No nosso último dia tivemos o dia livre, então ficamos de manhã no hotel mesmo, e no horário do almoço eu havia feito reservas para o restaurante "Moscerino", que foi nosso melhor custo - benefício de toda viagem: atendimento, cardápio, e todos aqueles detalhes que fazem a diferença entre ser mais um e ser especial... nunca vou esquecer a atenção e delicadeza e sempre que puder , voltaremos com certeza!!!( todos os detalhes estarão no "Brincando na Cozinha").

Em seguida voltamos andando, e pelo caminho o frio só aumentava... encontrei lavandas floridas... minhas preferidas... quando chegamos os termômetros marcavam 2 graus, com um vento cortante e gélido, tanto que nevou na madrugada, mas já estávamos voltando e não vimos.... Conseguimos fazer quase tudo que planejamos, não conseguimos ir a um café colonial porque as 3 refeições do dia já não davam espaço para mais nada... rsrsrs mas um dia volto lá para conferir se continua tudo ok! rsrsrs
Voltei e já estou com saudades... bom sinal né...
Viajar é bom, mas já estava com saudades de casa e da minha marmota que nos recebeu à sua maneira:


video

terça-feira, 28 de junho de 2011

Gramado -Parte 2





Continuando com meu diário de viagem, no dia seguinte ao city tour, o pessoal da agência de viagem foi conhecer as vinícolas de Bento Gonçalves e outros passeios à fábricas da região... como já me disseram que era muito cansativo, e já estavamos cansados do dia anterior, resolvemos ficar por ali mesmo... após o café (ah aquele café maravilhoso do hotel...) saímos às ruas para caminhar, fomos pela Borges de Medeiros, passamos pela Avenida das Hortências até a rua coberta, e fomos até o Palácio dos festivais que estava em reforma. Nessa rua e arredores existem inúmeras lojas de artesanato, decoração, chocolate, calçados, etc.. enfim, um paraíso para mulherada (tudo bem que um paraíso caro, porque nem tudo é perfeito) mas adorei ver as vitrines, e curtir o clima de inverno da cidade...

.
Quando estava perto da hora do almoço, pegamos um ônibus urbano, na rodoviária de Gramado e fomos até a Rodoviária de Canela, é um transporte rápido e barato, saía a cada 20 minutos, e em poucos minutos chegamos ao nosso destino, procuravamos um restaurante por indicação do Blog Destemperados, chamado Strudelhaus, e ficava pertinho da Rodoviária, seguimos a pé e encontramos o local...um restaurante familiar que nem pessoas que moram por lá não conheciam, com a melhor comida alemã ever....(os detalhes eu descreverei no meu outro blog)...cheio de detalhes, carinha de "Casa de Oma",muito legal!!! é um daqueles lugares que deixa saudades e pretendo voltar um dia...








Em seguida andamos pela cidade de Canela, conversamos com várias pessoas, visitamos vários pontos de artesanato e constatamos que os preços em Canela são bem mais rasoáveis, depois de algumas comprinhas , chegamos até a Igreja, feita de Pedra,estilo Gótico... detalhe que vou andando no meio das pessoas de casacos pretos , parecendo um fantasma cor de rosa...rsrsrs

video

E no caminho, encontramos mais um amigo, que pedia para entrar na casa... eu queria apertar a campainha, mas o Beto não deixou... quando passamos de ônibus ele já tinha entrado, muito fofo....


Voltamos de ônibus,aliás muito legal que as pessoas que encontramos nos deram informações com a maior boa vontade, e todos os lugares são muito bem sinalizados, ruas limpas, não vi por lá animais abandonados , os que vi estavam em ótimo estado e pareciam só estar circulando...e andamos tranquilamente, disseram que não se houve falar em violência, e que os índices de criminalidade são baixos...
Para finalizar a noite, havia feito reservas para o Maison de la fondue, que nos buscou e trouxe no hotel pois caia uma chuva torrencial...Optamos pela sequência de fondues, e foi tudo ótimo....
Adoro os detalhes:





Bonne Nuit!!!

CONTINUA NA TERCEIRA E ÚLTIMA PARTE .

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Lua de Mel em Gramado...Parte 1


Nesse último feriado, demos uma esticadinha e fomos conhecer a serra gaúcha, mais precisamente , Gramado e Canela... e voltamos imensamente encantados com tudo, a estrutura, os serviços, as pessoas, os lugares... tudo maravilhoso, impecável...
Foram apenas 4 dias , impossível para ver todas as atrações turísticas que a região oferece...mas tentamos aproveitar ao máximo cada experiência. Fomos com uma agência de turismo, por ser a primeira vez na região, e fizemos o city tur mais um dia com outros passeios em Gramado e Canela mesmo, mas não fizemos toda a programação da agência, porque acreditamos que seria muito cansativo,além do que pudemos aproveitar muito nossas andanças pela cidade, e fizemos ótimas descobertas...
Vou colocar um pouquinho de cada lugar que visitamos(os posts completos sobre as experiências gastrônomicas eu vou deixar para colocar no meu blog:
"Brincando na cozinha.")
Ficamos no Hotel Laghetto, no centro, fica pertinho de tudo e pudemos ir à vários lugares caminhando, sempre que a névoa e a chuva deixavam... todos os lugares possuiam sistemas de calefação ou aquecimento, lareiras, etc... o que tornava os ambientes muito agradáveis, e só se sentia o frio nas ruas mesmo, e a maioria dos restaurantes tem transporte, o que facilitou muito, porque vários dias a chuva não dava trégoas, e já deixei as reservas nos restaurantes anteriormente e não tivemos problema algum, e em todos reservaram os melhores lugares...sugiro que sempre façam reservas com antecedência , pricipalmente nas temporadas...vi várias pessoas perdendo tempo nas filas aguardando ou tendo que ir embora sem conseguir uma mesa ...é um aborrecimento desnecessário...
Chegamos de noitinha na quarta-feira, super cansados , de passar o dia todo entre aeroportos e translados, mas ainda reunimos nosso ânimo e fomos caminhando até a Cantina Pastaciuta, casa de massas "obrigatória" em Gramado... comemos una bella pasta, tomamos um vinho e tiramos algumas fotos:

No dia seguinte acordamos cedinho, pois tinhamos o city tour para ir... tomamos uma café caprichado... gente aquilo que era café, tinha de tudo desde linguiças, salsichas, omeletes, até bolos decorados e tortas, pães, frios, bolos... enfim, só sei que eu nunca vou esquecer daqueles croissants de chocolates quentinhos de manhã...hummm mas vamos lá, começamos o tour pelo belíssimo Lago Negro,apesar do clima, ainda conseguimos andar de pedalinhos, com essa vista maravilhosa...priceless(suspiros)







Em seguida visitamos a fábrica de chocolate "Prawer" não era permitido fotos então só tirei fotos das comprinhas após as visitas:



Depois fomos conhecer a Dreamlad (museu de cera) e museu da Harley...tiramos umas fotos engraçadinhas, e as motos eram bem bonitas, acho que tudo depende daquilo que se está disposto, mas acho que foram os passeios que menos gostamos....




Em seguida, o tour seguiu pelo Mini Mundo, que é uma cidade de mini maquetes, muito bem construídas com mínimos detalhes....é muito legal para levar as crianças ou para quem goste , mas esse passeio resolvemos "pular" e preferimos caminhar pela região ao redor, onde se localiza o Hotel Rita Hopner, que é da família que criou o mini mundo, e outras casas belíssimas,admiramos esse tipo de arquitetura, o esmero dos detalhes, como essa azul que elegi como a casa dos meus sonhos... e até fizemos um novo amigo.... Quem resiste a um filhote de golden fofo dando a pata?! Lembrei na hora da minha marmota e senti saudades!!


Em seguida seguimos para o "Mundo à vapor", atração que achei muito interessante, por ser bem elaborada, miniaturas perfeitas em funcionamento, que me surpreenderam pela riqueza de detalhes e engenharia....
Na sequência, fomos ao Parque do Caracol, onde fomos observar a "Cascata do Caracol", linda... e não subimos no elevador panorâmico, pois já nos avisaram que era um gasto desnecessário, pois podiamos observar do mirante sem gastar mais do que a entrada do parque.


E para finalizar o city tour, fomos ao "Castelinho Caracol",construção histórica de 1915, pertencente a família Franzen, a técnica construtiva idealizada pelo construtor austríaco F. Schubert utilizou um sistema de encaixes e parafusos, sem uso de pregos.
Esse pé de Camélias tem a mesma idade da casa...
Achei fofo o detalhe para deixar os amigos de patas:

É praticamente obrigatório experimentar o apfelstrudel e o chá de maçã, que perfuma todos os ambientes da casa....hummm....
E assim terminou o nosso city tour...para finalizar a noite, fomos ao "Bouquet Garni", ficamos numa mesa com vista para o lago Joaquina Rita Bier e tivemos uma experiência inesquecível....maiores detalhes em breve no meu outro blog.






Um brinde para comemorar nossa merecida Lua de Mel!
em breve retorno com a continuação da nossa viagem...
continua na PARTE 2